quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Escaras de decúbito(feridas de posição)

A escara de decúbito (feridas de posição), é um assunto que daria páginas e páginas, mas eu vou apenas orientar como evitar seu começo. Os profíssionais de enfermagem que me desculpem, mas deve-se fazer essa orientação: se seu familiar ou pacte está bem, chega ao hospital e fica acamado, vc deve ter a preocupação em acompanhar. Se ele não sai da cama ou pior não reage a estimulo, deve ser feita a mudança de posição (mudança de decúbito), se o hospital não tem funcionário suficiente, vc mesmo pode fazer isso, claro que vc deve procurar alguém da enfermagem para saber como fazer e assim vc evitará muitas horas de dor e de curativos ao pacte. Uma ferida dessa para fechar pode levar meses, então não tenha vergonha ou receio de perguntar e fazer essa mudança de posição.
Para fazer essa mudança, vc tem que ter cuidados com sondas, fraturas, torsões e outras coisas que possam prejudicar o pacte ou provocar dor, mas simplificando, se for possivel o pacte deve ser retirado da cama e levado em cadeira de rodas para um jardim ou área arejada em horário que o sol não faça mal, e quando ficar na cama, virar para um lado apoiando suas costas e colocando apoio entre suas pernas para que não fique uma encostada na outra, após uma hora vire para o outro lado e após mais uma hora, deixe deitado normal e assim continuamente, fazendo um intervalo menor a noite. Se o auxiliador tiver condições de levar o pacte ao banheiro, dar banho de chuveiro, escovar os dentes e se for o caso seguir as mudanças de posição corretamente, esse pacte terá uma recuperação digna e rápida.

3 comentários:

Edy pinturas disse...

Olá... em pesquisas na net sobre escaras achei o seu blog, que bom saber de pessoas que querem sempre ajudar. Meu pai sofreu AVC derrame cerebral e sta com varias sequelas, com diabetes e com ums escara na lateral do corpo e outra acima das nadegas e esta com gde profundidade, é um sofrimento para ele e tbem para a familia. Ele ficou 45 dias na UTI e + ou - 03 meses no hospital eu fico tremendo so de pensar no sofrimento dele!!! ele esta acamado nao fala, nao anda, as vezes abre os olhos. Em oração peço que Deus tenha misericordia dele, acho que ninguem merece passar por algo assim. Mas peço a vc quaisquer orientações serao muito bem vindas. Fique com Deus.

Fernanda disse...

Olá Flávio, como vai?
Meu nome é Fernanda, há oito meses meu pai teve um AVC e desde então se encontra acamado, teve várias sequelas, não anda, não se movimenta e quase não fala, etc. Em decorrência disso, recentemente abriu uma escara, é assustador este tipo de ferida, considero até desumano, acho que ninguém deveria passar por isso. É o primeiro caso de doença na família e não sabíamos da gravidade dessas feridas, agora estamos tentando de todos os modos evitar que apareceçam outras. Gostaria de pedir a você, materiais sobre prevenção, tratamento e se tiver um quadro ilustrativo com as mudanças de decúbito, tipo em relógio para afixar no quarto dele.
Agradeço demais e agradeço pela sua disponibilidade e generosidade em ajudar os outros.
meu e-mail é fernandaosoriofaria@yahoo.com.br

cris disse...

oi, me chamo cristiane meu pai está internado á 2mêses e 10dias ele teve um infarto , estava melhorando mais agora ele voltou pro cti de novo ele teve uma parada cardiáca ele também abriu varias escaras enorme estou muito triste em ver meu pai neste estado ,agora é pedir á deus pra ele sair dessa porque ele é muito forte ....